terça-feira, 26 de junho de 2012




Parabéns Jana, um excelente dia para ti!
Uma beijoka grande e convida lá para um copo ;)




domingo, 24 de junho de 2012




Entre mim e ti há uma ponte velha
Que o rio partiu num inverno cheio
Faltam mil traves para ligar as margens
Onde eu e tu sentados esperamos

Entre mim e ti há nevoeiros grossos
Que sobem do mar quando a noite vem
Faltam mil sóis para iluminar as margens
Onde eu e tu sentados esperamos

Entre mim e ti há águas profundas
Escondidas dos homens mais longe a pescar
Faltam mil barcos para alcançar as margens
Onde eu e tu sentados esperamos


Luisa Soares e Silva








Teimoso? Também eu... consegui apanhá-lo... ;)

sábado, 16 de junho de 2012




Minha alma 
tem o peso da luz. 
Tem o peso
da música.
Tem o peso da
palavra nunca dita,
prestes quem 
sabe a ser dita.
Tem o peso
de uma lembrança. 
Tem o peso 
de uma saudade.
Tem o peso
de um olhar. 
Pesa como pesa 
uma ausência.
E a lágrima que 
não se chorou. 
Tem o imaterial
peso da solidão no
meio de outros.


Clarice Lispector

Quadrilha


João amava Teresa que amava Raimundo
que amava Maria que amava Joaquim que amava Lili
que não amava ninguém.
João foi para os Estados Unidos, Teresa para o convento,
Raimundo morreu de desastre, Maria ficou pra tia,
Joaquim suicidou-se e Lili casou com J. Pinto Fernandes
que não tinha entrado na história.

sexta-feira, 15 de junho de 2012



"Há muitas coisas que percebo que não sou, mas dizer exactamente o que sou não consigo. Tento, dia a dia, ganhar o título de ser uma pessoa. E já não é pouco."


José Luís Peixoto

segunda-feira, 11 de junho de 2012




Pra que chorar
Se o sol já vai raiar
Se o dia vai amanhecer
Pra que sofrer
Se a lua vai nascer
É só o sol se pôr
Pra que chorar
Se existe amor
A questão é só de dar
A questão é só de dor
Quem não chorou
Quem não se lastimou
Não pode numa mais dizer
Pra que chorar
Pra que sofrer
Se há sempre um novo amor
Em cada novo amanhecer



Vinicius de Moraes



A felicidade é como a pluma
Que o vento vai levando pelo ar
Voa tão leve, mas tem a vida breve
Precisa que haja vento sem parar...

Tom Jobim e Vinicius de Moraes

domingo, 10 de junho de 2012


Com uma lágrima no canto do olho e um sorriso no coração!!!

Aniversário de Lídia e Teresa , na Quinta da Barafunda.
Obrigada Lídia, pelo espectacular bolo de aniversário com um nome que me é muito querido e a todos os presentes (dos ausentes senti falta e muita pena de não estarem connosco neste dia).
Foi um dia muito feliz, daqueles que se guardam na memória, no cantinho do amor e da partilha!
Um beijinho muito grande a todos que possibilitaram estes momentos tão especiais :)

Margarida, roubei-te uma foto mas como foi feita com a minha máquina é um auto-retrato, eheheheh.


sexta-feira, 8 de junho de 2012

Espera





Horas, horas sem fim,
graves, profundas,
esperarei por ti
até que todas as coisas sejam mudas.

Até que uma pedra irrompa
e floresça.
Até que um passáro me saia da garganta
e no silêncio desapareça.

Eugénio de Andrade




sábado, 2 de junho de 2012

À Espera




Por mais que aguarde
Vejo somente
Pelo poente
As nuvens a perseguir a tarde
Sem que te afoites
A vir com elas
Para me dar as boas noites
Como me fazem as estrelas